IMPETIGO

 

impetigo,tratamento impetigo,fotos impetigo, prevenção do impetigo,Antibióticos,dermatologista,impetigo é contagioso,impitigo,bacteria impetigo,sintomas impetigo

 

Impetigo

 

Trata-se de uma infecção de pele mais freqüente na criança, quase sempre causada pelo estreptococo do grupo A e, esporadicamente, pelos grupos B, C e G. É endêmica na idade pré-escolar e prevalente em climas quentes e úmidos; pode ser epidêmica em locais de aglomeração que facilitem o contato físico. Cepas impetigogênicas do S. pyogenes são encontradas colonizando a pele normal por período de tempo variável, sem que ocorra a invasão direta. Pequenos traumas dessa pele seriam o pré-requisito para o início da infecção, e a picada de mosquito é considerada um dos fatores mais importantes. Após um período de latência de 10 dias em média, inicia-se a lesão pápulo-eritematosa, com evolução para vesícula e pústula que, no decorrer dos dias, sofre desseca ção, formando a característica crosta melicérica. A lesão varia de alguns milímetros a dois centímetros de tamanho; geralmente pruriginosa e indolor, é por vezes dolorosa, quando a lesão se aprofunda. Febre e sinais sistêmicos são incomuns, podendo ocorrer adenopatia regional. Muitas destas lesões tendem a regredir espontaneamente, de modo especial em pessoas com bons hábitos de higiene. Localizam-se com maior freqüência em áreasexpostas, com predileção por membros inferiores; àsvezes, deixam área de despigmentação e raramente cicatrizes.

As lesões podem se disseminar para outras áreas do corpo, mas raramente invadem o derma ou causam infecção supurativa grave em outros locais. A GNDA é a complicação mais importante do impetigo. O diagnóstico é baseado no aspecto clínico das lesões. Em casos atípicos ou que não estão respondendo adequadamente à terapêutica, tenta-se o isolamento da bactéria a partir da cultura de material colhido da base da lesão, após

remoção da crosta. Na fase inicial da lesão do impetigo, é freqüente o isolamento apenas do S. pyogenes; na evolução do processo, é comum o isolamento também do Staphilococcus aureus que coloniza secundariamente os locais de pele já infectados.

O modelo da resposta imune difere após infecção estreptocócica de pele quando comparada com infecção respiratória. Os títulos de ASLO após infecção de pele elevam-se pouco ou mantêm-se normais, mesmo em presença de nefrite. A resposta anti-DNAse B eleva-se em ambos, mas é maior no impetigo que na faringite.

O diagnóstico diferencial com o impetigo de origem estafilocócica não demonstra dificuldades, já que este se apresenta com lesões bolhosas maiores e crostas mais finas.

Na prevenção do impetigo, é básico o pronto cuidado higiênico logo após pequenos ferimentos ou picadas de insetos. Para seu tratamento, a higiene local, a remoção das crostas e o uso de antimicrobianos tópicos podem ser medidas suficientes na vigência de poucas lesões. Em casos de lesões mais severas ou disseminadas, o antibiótico sistêmico é necessário. O uso desses antibióticos parece não prevenir a GNDA, mas é importante para a

erradicação das lesões e, possivelmente, prevenção à disseminação da infecção para contatos próximos.

 

TRATAMENTO IMPETIGO:

Recomenda-se que o tratamento seja iniciado em até 48 horas após o aparecimento dos sintomas, visto que esta doença, em casos não muito frequentes, pode evoluir para um quadro mais grave, como febre reumática, varicela, glomerolunefrite ou se espalhar em outros órgãos; além da possibilidade de causar manchas nas regiões afetadas. Antibióticos orais, derivados da penicilina, são requeridos. Pomadas à base de antibióticos podem, também, ser recomendadas pelo médico.

Ferver a roupa da criança afetada e evitar que ela ou qualquer outra pessoa manipule as feridas são medidas importantes para que não haja a contaminação de outras regiões do corpo ou de mais indivíduos. Bons hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente e evitar o uso de toalhas e roupas de diferentes pessoas são outras medidas.

 

Bibliografia:Santos, VP; Estreptococcias: Jornal de Pediatria - Vol. 75, Supl.1, 1999

 

IMPORTANTE

  • Procure o seu dermatologista para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.

 

FOTOS IMPETIGO:

 

Tópico: IMPETIGO

bacteria

Data: 19/04/2014 | De: rose

como fica a regiao

impetigo

Data: 25/03/2014 | De: erita correa de figueiredo

impetigo pega em alguém

Re:impetigo

Data: 25/03/2014 | De: erita correa de figueiredo

pega em alguém

impetigo

Data: 09/02/2014 | De: jessica

Meu filho de 1ano e dez meses esta e o de 6 anos tambem ja faz. Um tempo n sabia o que era pq aindan levei ao medico estou passando uma pomada neomicina mas n esta adiantando e agora apareceu uma feridinha na cabeca dele o que fasso???

impetigo

Data: 19/01/2014 | De: paulo blank

todas as minhas filhas tiveram na infancia e foram rapidamente curadas com um medicamento chamado Agua de Alibur,,,,passavamos esse liquido nas feridas com algodao varias vezes ao dia...em 2 ...3 dias sumiam todas as feridas.

ipetigo

Data: 16/09/2013 | De: janaina

meu bebe de 6 meses ta com esso ai ja tem 1 mes. como faso pra tratar??

Impertigo

Data: 03/08/2013 | De: LARA

olha dr meu filho de 4 anos esta umas feridas parecidas com essas ai, nas perna peito, apareceu no ano passado meio do ano, as primeras bolhas, dessa bolhas forma uma ferida, levei no dematologista e mimi disse que era fungos, passou o remedios, tomou certinho serviu so que quando acabou os remedios, comecou aparecer tudo novamente, repetiu os remedios, voltou de novo, ai ele pedio um exame ig , totais de proteinas, passou um remedio para imunidade. sumiu tudo dois meses depois comecou aparece uns carrocos, passava uma pomada sumia, e nesse ano foi so piorando levei novamente em outro dermtologisano mes passado e disse que era bacteria estrepcocicos tomou antibiotico por dez dias, uma pomada, compressas, acido folico, fiquei tao feliz que ta sumindo so que um semana depois ta tu saindo de novo, estou completamente desesperada, falei com ele, passou a pomada de novo e disse se piorar leva onde..... ele disse que pode ser minha casa ja limpe tudo desde o teta a te o chao, quando vejo tou ki na net procurando remedios caseiro o que for quero meu filho bom.....
por favor mim ajude........................

Re:Impertigo

Data: 29/10/2013 | De: maria

você,pega um limão e corta no meio, pega um pouco de sal e passa na metade do limão e passa na impingem todos os dias ate ela sumir, não se esqueça que não pode ir a o sol por favor!

minha irma que eu olho

Data: 01/07/2013 | De: leila

minha irma esta com isso tambem na boca rosto e nas costa

Re:minha irma que eu olho

Data: 19/04/2014 | De: rose do rosario

meu filho esta com isso mais nao sei se e.ele tem no rosto , me manda uma foto

1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Novo comentário